Política da Diretoria Gestão 2015-2016

Estamos imbuídos sobremaneira pelo que os 20 anos de existência do CELSUL, que se completaram em 2015, representam não só na história das pesquisas e do ensino, mas também na consolidação dos Estudos Linguísticos e na própria constituição da Linguística em nossos três estados do Sul do país. Somos parte de uma história nacional afirmando nossas especialidades e domínios, sustentando uma base teórica e analítica por demais representativa do que se faz, do que se ensina e do que se orienta tanto em nível de Graduação quanto em Pós-Graduação e, mais recentemente, na cultura científica da supervisão de Pós-Doutoramento. Estamos propondo como temática geral a comemoração da história do evento e, sobretudo, uma reflexão do que somos enquanto Círculo representativo de uma região muito abrangente e, ao mesmo tempo, com uma visibilidade histórica e madura no seu fazer científico. Conclamamos todos, a partir dessa comemoração de 20 anos, a uma reflexão sobre o que somos enquanto região em um contexto maior: o nacional e, por sua vez, sua influência para além do espaço físico e geográfico brasileiro. Queremos propor uma discussão sobre nossa produção e sua relação com o contexto do Mercosul para que nela possamos nos identificar, cada vez mais, não só ao regional, mas também a um nacional para além de suas fronteiras na produção do conhecimento.

Para tanto, propusemos a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para sediar o próximo encontro. A UFSM foi a primeira universidade pública a ser implantada no interior do Brasil e hoje ela é considerada como um centro de excelência, com várias áreas do conhecimento em destaque. Em nossa área, conta com um Programa de Pós-Graduação em Letras consolidado e com conceito 5, tendo à sua frente um grupo de professores e pesquisadores, muitos deles com reconhecimento nacional e internacional. Nesse contexto, queremos tornar o CELSUL, cada vez mais, um espaço de convívio acadêmico e também um espaço político e científico de referência como são os seus objetivos iniciais e que estão sendo mantidos por todas as presidências que conseguiram conduzir tal tarefa com o maior entusiasmo, comprometimento e competência – tão difíceis de levar a cabo pelo espaço geográfico que representamos. Somos também um espaço de debate e reflexão do que estamos fazendo, somos, acima de tudo, um espaço de interlocução entre nossos pares. No entanto, para nós, julgamos ser necessário ir mais além, devemos partir em direção de um espaço que merece ser ouvido em instâncias outras e não apenas em um evento a cada dois anos. Temos uma história e uma representação; temos uma visibilidade e uma constituição consolidada, precisamos, portanto, participar mais ativamente da política de formação de professores, da política de formação de pesquisadores, da política de financiamento de nossas pesquisas. Devemos começar a projetar, além do encontro bianual, o CELSUL também como um espaço de políticas públicas de divulgação, de financiamento e de avaliação de nossa produção científica, políticas agregadoras e fortalecedoras. Para tanto, projetamos as seguintes metas para o nosso biênio:

 a)      Comemorar os 20 anos da fundação do CELSUL;

b)     Organizar essa história enquanto arquivo importante para compor mais um instrumento de pesquisa para aqueles que se interessam pela formação disciplinar contemporânea e, mais de perto, pela história da Linguística no Sul;

c)      Promover a inclusão de novos temas de pesquisa aos já colocados historicamente;

d)     Promover, via home page do CELSUL, a divulgação e os intercâmbios de trabalhos científicos, reuniões acadêmicas, congressos e similares;

e)      Criar um arquivo individual, sob forma de ficha, para cada associado efetivo e ou colaborador;

f)        Promover a visibilidade de nossas revistas acadêmicas e científicas, divulgando as chamadas para artigos, bem como o lançamento de novos números;

g)      Assumir o espaço de produção acadêmica e publicar, no final de nosso Encontro, um livro com todos os textos oriundos das mesas redondas e das conferências;

h)     Criar uma agenda de trabalho para cada eixo temático relativo às pesquisas que estão sendo desenvolvidas em nossos programas de pós-graduação;

i)       Editar, sob forma de e-book, os anais de nosso Encontro;

j)       Disponibilizar, em nossa home page, um link para as páginas pessoais de nossos associados que tenham seus textos publicados sob forma digital.

 

Diretoria do Biênio 2015-2016

Presidente: Profª. Dr. Amanda Eloina Scherer (DLCL/UFSM)

Vice-Presidente: Profª. Dr. Eliana Sturza (DLEM/UFSM)

Tesoureira: Profª. Dr. Larissa Montagner (DLV/UFSM)

Segunda Tesoureira: Profª. Dr. Taís da Silva Martins(DLCL/UFSM)

Secretária Geral: Profª. Dr. Verli Petri (DLV/UFSM)

Secretária Geral (suplente): Profª. Dr. Evellyne Costa (DLCL/UFSM)